Notizie, curiosita',aneddoti, e fantasie su New York – tagged "culinária" – Minha Viagem a Nova York Google+

Autenticamente Nova York

5 lugares para comer sem glúten em Nova York June 18 2019

Muitas vezes vocês me pediram para recomendar lugares em Nova York, onde se pode comer comida sem glúten.

A primeira coisa que quero garantir é que você não precisa se preocupar com nada! De fato, em Nova York há vários lugares que oferecem comida sem glúten em seu cardápio. Mas não só. Na cidade que nunca dorme, existem lojas completamente especializadas na venda de produtos sem glúten.

Abaixo, eu recomendo 5 lugares para comer sem glúten na maçã grande. Então, se você está planejando sua viagem a Nova York e seguindo uma dieta sem glúten, este artigo para você!

 

Senza Gluten

206 Sullivan St, Nova York, NY 10012

Como o nome sugere, este restaurante é um paraíso sem glúten. Na verdade, tudo o que você encontra no cardápio é sem glúten e, portanto, você pode escolher entre muitos pratos.

O chef propõe uma cozinha tradicional italiana com seus pratos fortes, como lasanha, risoto, espaguete com mariscos, fettuccine à bolonhesa, etc. obviamente, tudo sem glúten!

Website: www.senzaglutennyc.com

 

Friedman’s Lunch

O Friedman's Lunch nasceu em 2009 como um pequeno negócio dentro do Chelsea Market, mas seu sucesso foi tão crescente que levou à criação de uma verdadeira cadeia de clubes localizados em várias áreas de Manhattan.

Hoje Friedman's Lunch está localizado em:

  • Chelsea Market (75 9th Avenue)
  • Columbia (1187 Amsterdam Ave)
  • Cozinha do Inferno (450 10th Ave)
  • Praça Herald (132 W 31st)
  • Theatre District (dentro do Edison Hotel NYC, 228 West 47th Street)
  • Upper West Side (130 West 72nd Street)

O menu é composto por pratos que podem ser preparados em duas versões: com ou sem glúten. A cozinha é tradicional americana, mas também tem pratos judaicos tradicionais, como o pastrami. Como indicado no menu, 99% dos pratos estão disponíveis na versão sem glúten; é só informar isso quando encomendar!

Website: www.friedmansrestaurant.com

 

Bareburger

Bareburger é uma cadeia de fast food que também está localizada fora de Nova York; por exemplo, em Atlanta e Washington. É muito popular porque usa ingredientes orgânicos de fornecedores locais e selecionados.

Se você quiser comer um ótimo sanduíche sem glúten, este é o lugar para você! No menu, pratos sem glúten são claramente indicados com "gf" (sem glúten).

Abaixo, os locais de Bareburger em Manhattan:

  • 173 Orchard St
  • 535 LaGuardia Place
  • 514 3rd Ave.
  • 366 West 46 Street
  • 313 West 57th Street
  • 1370 1st Ave.
  • 1681 1st Ave.

Website: www.bareburger.com

 

S’MAC

197 1st Avenue, Nova York, NY 10003

A S'MAC é especializada em Macarrão e Queijo, o famoso macarrão americano com queijo! Todos os pratos oferecidos no menu podem ser feitos em uma versão sem glúten com uma pequena taxa.

Website: www.eatsmac.com

 

Erin McKenna’s Bakery

248 Broome St, Nova York, NY 10002

O paraíso dos doces para os celíacos! Em Nova York, a Erin McKenna's Bakery está localizada no Lower East Side e abriu em 2005. Especializada em sobremesas tradicionais americanas (cupcakes, donuts, biscoitos, etc.), esta padaria vende produtos sem glúten, veganas e sem açúcar.

Sua especialidade é donuts, preparados com muitas coberturas diferentes que variam sazonalmente!

Website: www.erinmckennasbakery.com


Os Melhores Filmes de Natal Ambientados em Nova York December 19 2018

Nova York no Natal é mágica! Acreditem, não existe nada igual, essa é a grande verdade! Qualquer um que tiver a sorte de estar aqui no mês de dezembro, vai perceber que nessa cidade, todas as emoções relacionadas aos feriados de Natal são amplificadas.

Com o Natal, Nova York é uma maravilha, um encanto... Uma experiência que recomendo a todos pelo menos uma vez na vida!

A imagem da Big Apple "pronta para as festas" não sai de nossa mente. Provavelmente porque, Nova York sempre foi protagonista de muitos filmes relacionados ao Natal. Não há dúvida, com todo o seu charme, a cidade que nunca dorme é o cenário ideal para todos os filmes de Natal.

 

Bom, então é obvio, essa é a parte do ano mais adequada para a "overdose" de filmes de Natal, por isso, decidi fazer esse artigo, listando os mais tradicionais filmes de Natal gravados na cidade de Nova York.

Vocês estão prontos? Então chegou o momento de sonhar na frente da televisão, e invocar o “espírito de Natal” para dentro de suas casas.

 

Esqueceram de Mim 2 – Perdido em Nova York

Lançado em 1992, esse é um dos filmes de Natal mais famosos gravados em Nova York. Estrelado pelo pequeno Kevin que desta vez não é esquecido em casa, mas acaba embarcando no avião errado, enquanto sua família está indo para a Flórida ele acaba em Nova York.
 


Quando o garoto chegou em Nova York, não se deixou intimidar, com o cartão de crédito do pai, reservou um luxuoso quarto no Hotel Plaza, que vira parte fundamental no filme.

Alguns lugares em Nova York que aparecem no filme:

  • LaGuardia Airport em Elmhurst Oriental
  • Ponte de Queensboro (a ponte que liga Manhattan a Long Island)
  • O exterior do Radio City Music Hall
  • A árvore do Rockefeller Center
  • Hotel Plaza

 

Milagre na Rua 34

Este filme, lançado em 1994, é um remake do original que remonta a 1947. O protagonista é Kris Kringle, o Santa Claus (Papai Noel) da loja de departamentos da Macy's. Kris foi chamado para substituir o Papai Noel anterior, demitido por ter ficado bêbado.

No entanto, o velho afirma ser o verdadeiro Papai Noel e isso o levará, durante o filme, a enfrentar uma série de problemas. Um conto de fadas enriquecido pelo espírito de Natal que lhe fará sorrir muito.


Alguns lugares em Nova York que aparecem no filme:

  • Lojas de departamento Macy's
  • Avenida Madison
  • Times Square
  • O Rockefeller Center
  • Wollman Rink (a pista de patinação do Central Park)

 

ELF

Filme de 2003 estrelado por Buddy, que, quando criança, entrou na bolsa do Papai Noel, chegando ao Pólo Norte. Lá ele cresce com os outros elfos ajudantes do Papai Noel, mas, com o passar do tempo ele decide voltar para Nova York para conhecer seu verdadeiro pai.

Alguns lugares em Nova York que aparecem no filme:

  • O Empire State Building
  • Park Avenue

 

Os Ricos e os Pobres

Os Ricos e os Pobres, lançado nos cinemas em 1983, é um clássico de Natal que irá mantê-lo colado na frente da TV!

A mensagem transmitida pelo filme é muito profunda e leva à reflexão diferente da grande maioria dos filmes de Natal. As vidas de Billy Ray Valentine, um mendigo negro, e Louis Winthorpe III, um corretor de sucesso, cruzam e dão vida a uma história incrível.

Um dos lugares em destaque de Nova York no filme é o World Trade Center, destruído durante os ataques de 11 de setembro de 2001.

 

Um Homem de Família

O estilo de vida acelerado de Jack muda em uma noite de Natal, quando ele entra em uma mercearia no meio de um assalto e desarma o atirador. Na manhã seguinte, ele acorda deitado na cama ao lado de Kate, sua namorada da faculdade que ele deixou para perseguir sua carreira.

Alguns lugares em Nova York que aparecem no filme:

  • O arranha-céu da 375 Park Avenue, que remonta ao final dos anos 50
  • A Torre Olímpica, um arranha-céu na Quinta Av

 

Escrito nas Estrelas

Este filme de 2001 conta a história romântica de Sarah e Jonathan, que se encontram em Nova York alguns dias antes do Natal. A Big Apple age como um cenário mágico para uma história em que o destino parece desempenhar um papel importante.


Alguns lugares em Nova York que aparecem no filme:

  • Bloomingdale
  • O Hotel Waldorf-Astoria
  • O restaurante Serendipity III

Plano de smartphone exclusivos para turistas! 30 dólares com internet ilimitada por três semanas. March 18 2018



Pessoal, esse é o link onde vocês vão poder encontrar mais informações sobre esse plano:  https://prepaid-phones.t-mobile.com/prepaid-international-tourist-plan 

Esse é o plano ideal para todo turista que chega em Nova York. Apenas 30 dólares, e 3 semanas de internet ilimitada, com velocidade 4G LTE, ou seja, alta velocidade!

Você consegue aproveitar a velocidade máxima dessa internet até chegar ao consumo de 2GB, depois ela perderá força. Mas posso garantir que ainda sim será uma velocidade alta até para os padrões americanos.

As chamadas ilimitadas nos Estados Unidos estão incluídas no plano (mas não acho que você precisará) e mensagens de texto ilimitadas estão sempre disponíveis nos Estados Unidos.

Visite a loja da T-Mobile e garanta o seu plano!


Quinze Dicas Sobre Como Economizar em Nova York February 13 2018

 

1) Em vez de se hospedar em um hotel, tente uma acomodação pelo airbnb (aqui está um código de desconto para vocês utilizarem). Se vocês procurarem com antecedência, vão achar excelentes ofertas.

 

2) Viajem na baixa temporada, assim vocês vão encontrar os melhores preços nos voos e nas acomodações.

 

3) Não deixe de tomar o “pequeno-almoço americano” o famoso Brunch americado, não será caro e lhe dará energia quase até a noite. No almoço, procure restaurantes que cobrem por kg. Você irá conseguir comer bem com menos de 10 dólares.

 

4) Compre bilhetes da Broadway sob as escadas vermelhas da Times Square. Você pode fazer grandes negócios ali. Já para os shows mais famosos como Lion King, Chicago, Alladin, vocês podem comprar diretamente conosco em nosso escritório 324 W 47th ou pelo nosso site: minhaviagemanovayork.com

 

5) Para fazer compras, vá para alguns lugares como o Woodbury Common e o Jersey Garden. Os preços são imbatíveis. Você também pode ir para o Century 21 e para a Macy's. Até mesmo nas lojas da Fifth Avenue vocês poderão achar vários descontos.

 

6) Há uma abundância de eventos gratuitos na cidade, procurem aqui: http://www.timeout.com/newyork e dê uma olhada.

 

7) Compre o citypass (aqui) e economize nas entradas de museus e observatórios.

 

8) Lembre-se de que os museus têm dias de entradas gratuitas.

 

9) Use o tempo da melhor maneira possível. Considere a ideia de fazer passeios em grupos para maximizar o tempo disponível.

 

10) Use o metrô para se locomover. Você pode fazer o passe semanal que custa US $ 32.

 

11) Se você quiser beber uma cerveja, vá durante o Happy Hour (geralmente todos os bares tem das 4 às 7 da noite). Você vai cortar suas despesas ao meio.

 

12) Para um lanche rápido, lembre-se de que tudo está em Nova York. Hot dogs e pizzas por um dólar. E eu garanto, eles não são ruins.

 

13) Não perca tempo com coisas que não lhe interessam. Tenha clareza no que você quer fazer e o que não quer.

 

14) No caminho do aeroporto para o hotel, considere utilizar o Airtrain (custa apenas 5 dólares).

 

15) Compre lembranças por atacado na 34W 27th.

 

15) Poupe dinheiro antes de fazer a sua viagem para Nova York. E aproveite esta cidade de forma completa! Este é o meu verdadeiro conselho.


Os Melhores Supermercados de Nova York January 10 2018

Quando pensamos em Nova York, não conseguimos não pensar em comida e não importa se seus gostos alimentares. Você pode ter certeza que Nova York será capaz de satisfazer qualquer necessidade culinária que você tenha.

Entre restaurantes, bares e restaurantes, há também outra opção que pode ser muito útil, especialmente se você alugou um apartamento. Estou falando dos supermercados de Nova York, lugares enormes onde você será capaz de encontrará qualquer coisa. Se você já entrou em um, certamente ficou impressionado com a enorme quantidade de comida, as tentações são muitas e é quase impossível sair de um supermercado sem comprar alguma coisa.

Então, se você tiver a possibilidade de cozinhar em seu apartamento, essa pode ser uma solução boa e barata, e lembre-se também: os supermercados de Nova York também servem refeições prontas em bandejas, essa também é uma ótima maneira de almoçar sem gastar muito.

Aqui está uma lista dos melhores supermercados de Nova York. É, claro, existem  outros, mas esses na minha opinião, são os melhores.

 

Whole Foods Market

 

 

Grande variedade de alimentos, tanto para levar, como para comer no local. Você encontrará uma ampla gama de produtos orgânicos também. No 2º andar você terá acesso aos departamentos de roupas, vitaminas, artigos de higiene... em suma, você encontrará de tudo, a um ótimo preço.

Vocês podem ter mais informações no website https oficial: //www.wholefoodsmarket.com
O Whole Foods Market está localizado na 10 Columbus Cir Ste Sc101, New York, NY 10019, Stati Uniti.

Essas são outras unidades da Whole Foods Market, que eu também recomendo:

95 East Houston St

4 Union Square South

270 Greenwich Street

250 7th Ave

250 East 57th Street

808 Columbus Avenue808 Columbus Avenue

 

Eataly NYC Flatiron

 

 

Para aqueles que não resistem a uma boa comida italiana, Eataly é a solução. Próximo do Flatiron, este lugar é enorme e está sempre cheio! Você não encontrará apenas italianos, mas também muitos americanos apaixonados pela cozinha italiana.

Tudo aqui é delicioso, mas também é caro. No interior existem 5 locais diferentes para comer, incluindo peixe, carne, pizza ... Eles também têm um mercado fresco de frutas e legumes. Você vão encontrar uma grande variedade de sanduiches, macarrão, café expresso e sorvete. Definitivamente, vale a pena visitar!
Eataly NYC Flatiron, 200 5th Ave, New York, NY 10010, Estados Unidos

 

https://www.eataly.com/

 

Trader Joe's

 

 

Esse é um ótimo supermercado localizado na Sexta Av, especializado em refeições prontas. Você encontrará de tudo: peixe, carne, sandwitch, a qualidade não é ruim e o preço é ótimo. Não é tão imenso como os outros, mas certamente irá satisfazer suas necessidades.

 

https://www.traderjoes.com

 

Trader Joe's, 675 6th Ave, New York, NY 10010, Estados Unidos

 

Fairway Market

 

 

A primeira impressão não deve ser levada muito em conta nesse caso. Do lado de fora, esse supermercado não inspira muita cofiança e, assim que você entra, parece pequeno. Mas depois de começar a explorar o lugar, as prateleiras e etc, você notará que ele não é pequeno e a variedade é excelente: tudo é muito organizado e o local é extremamente limpo. Possui uma ampla seleção de alimentos preparados e também um a boa área dedica a cortes de carne. O destaque para mim é a seleção de queijos, enorme!

 

https://www.fairwaymarket.com

Fairway Market, 74th Street, 2131 Broadway, Nova York, NY 10023, Estados Unidos

 

Morton Williams

 

 

Eu não poderia deixar de citar aqui o Morton Williams. Existem vários espalhados por Nova York. Os supermercados oferecem uma boa variedade de produtos a um preço justo. Eu fui lá durante a minha primeira viagem a Nova York quando eu precisava de um supermercado perto do Central Park (140 W 57th St, Nova York). Tudo muito bom, especialmente a salada de frutas com frutas sempre frescas. Uma opção perfeita para quem está planejando fazer um piquenique no maravilho do Central Park.

 

Últimas dicas...

Se você for comprar álcool, lembre-se que sempre precisará de um documento com foto. Preste muita atenção ao texto das embalagens, elas realmente contém informações úteis sobre o que vocês estão comprando.

Lembre-se também de que existem várias farmácias em Nova York. O nome nós faz pensar imediatamente em medicamentos, mas em Nova York eles são verdadeiros supermercados, onde você pode encontrar quase tudo. Então, se você estiver caminhando por Nova York e precisar comprar alguma coisa, lembre-se de que na Farmácia você pode encontrar a maioria das coisas que precisa.


As Melhores Confeitarias de Nova York October 19 2016 1 Comment

Oriana Mejias

Instagram: @le_ors_

 

Almondine Bakery

Tudo é delicioso quando se entra na Almondine, os cheiros às texturas e etc. A proximidade com a Brooklyn Bridge Park convida-o a achar a sua sobremesa favorita, aprecie um bom café e aproveite para se divertir às margens do East River.

Dirección: 85 Water St en DUMBO.

 

Peter Pan Donut & Pastry Shop

O Peter Pan Donut vai fazer você voltar no tempo. A variedade de rosquinhas é infinita, você poderia gastar a tarde toda escolhendo e provando todos os sabores, pois além de serem deliciosas os preços são bastante acessíveis. Como acompanhamento tome qualquer bebida quente ou gelada, você não vai se arrepender.

 Endereço: 727 Manhattan Avenue, em Greenpoint.

 

Magnolia Bakery

O Magnolia Bakery chama muita atenção no Upper West Side. A decoração do lugar é linda, e conta com uma casa de bonecas de tamanho real, com cores pastéis e uma iluminação fantástica. Os cupcakes são um clássico dessa confeitaria a cobertura é sempre muito leve e saborosa. E, claro, não podemos esquecer que é uma referência obrigatória para os fãs de Sex and the City.

Endereço: 200 Columbus Avenue at 69th St em Upper West Side.

 

Doughnut Plant

Os aromas de café e doces vão ser uma constante durante a sua visita. Você vai se surpreender com os sabores dos donuts do Doughnut Plan todos eles são deliciosos. O movimento é intenso aqui. O Doughnut Plant é famoso por seu creme brulée e sua torta tres leites essa última é feita com massa de donuts… Sim, é um prazer para os nossos paladares.

Endereço: 379 Grand Street, em Lower East Side.

 

Zucker Bakery

Essa confeitaria é especializada em doces hebraicos, sem deixar de fora outra gama importante de doces internacionais. Além disso, a Zucker Bakery é famosa por seu alfajor de doce de leite, por isso não hesite em experimentá-lo. Um lembrete: A padaria do local funciona apenas às sextas-feiras, porém o resto da confeitaria funciona todos os dias da semana.

Endereço: 433 East 9th St.

 

Levain

A Levain definitivamente tem cheiro de cookies, que é a sua especialidade. Os biscoitos podem vir com pedaços de amendoim, farinha de aveia e passas. Podemos completar pedindo uma baguete ou bolos de variados sabores, o café do Levain é delicioso... E lembre-se de fazer o seu pedido para viagem.

Endereço: 167 Oeste 74th St.

 

Carlo’s Bakery

O super famoso chefe confeiteiro Carlo ‘Buddy’ Valastro tem várias confeitarias ao redor da cidade, com sede principal em Hoboken, Nova Jersey. No entanto, há uma loja bem próxima da Times Square. Como você pode imaginar ela está sempre lotada nos fins de semana, por causa do fluxo de turistas, mas o fato é: Vá durante a semana antes do meio dia, você vai aproveitar muito mais dos doces incríveis que são servidos lá. E, claro, o doce que você não pode perder é o cannoli, yummmy!

Endereço: 625 8th Ave no Theater District.


A Procura do melhor café de Nova York September 23 2016

Se há uma coisa que você não pode deixar de trazer seja para visitar ou até mesmo viver nesta cidade maravilhosa, é sem dúvida uma dose abundante de energia.

Em Nova York, de fato, se anda muito. E assim, como um grande amante do café, fui em busca do melhor café expresso de Nova York.

Venha junto comigo!

STARBUCKS

Impossível não começar por aqui.

No imaginário coletivo de todos os italianos, e acredito que não só deles, a Starbucks é a América e a América é a Starbucks.

A rede americana, fundada em Seattle em 1971, combina os melhores cafés de todo o mundo para oferecer aos seus clientes uma variedade quase ilimitada de combinações possíveis: americano, expresso, macchiato, cappuccino, frappuccino e assim por diante.

Esse não será o melhor café expresso que você pode beber na cidade, mas, certamente, ele merece destaque, por tudo que representa, a verdadeira tradição americana de café.

CAFÉ VERGNANO, EATALY

Sinceramente, aqui o nível sobe e muito.

A histórica empresa de Piemonte fica localizada na gigante Eataly, perde em fama apenas para o lendário Flatiron, o "Iron" apelido dado pela forma triangular do edifício, um dos mais famosos do mundo.

O que mais posso dizer? Bem-vindo à Itália!

Desfrute de uma pausa com muitos aromas e cortesia, e você ainda tem a vantagem de poder comprar café moído na hora, e cápsulas compatíveis com as principais máquinas do mercado (recurso valioso para aqueles que estão em hotéis ou apartamentos que possuem cafeteiras) existe também uma grande variedade de biscoitos e doces de todos os tipos.

Os preços são razoáveis, mas para quem procura um típico café italiano, essa é um ótima opção.

ZIBETTO ESPRESSO BAR

Essa é a verdadeira (deliciosa!) surpresa da minha aventura de aromas e sabores. 

Ao contrário de outras dezenas de bares espalhados pelas ruas de Nova York, o café expresso daqui não se permitiu ser influenciado pelos hábitos de Nova York e gosto típico dos americanos. A essência aqui foi mantida de forma intacta.

Não existem variantes: café preto, cappuccino e macchiato.

101% Italiano, simples e perfeito.

Os preços são médios e existe uma infindável variedade de iguarias, doces e salgados, com os quais você sai regenerado seja de um passeio ou de uma reunião de negócios estressante.

Existe uma unidade que fica localizada no Rockefeller Center em um ambiente espaçoso e acolhedor. O da 5th Avenue (esquina da 42th) é menor, no entanto, está no coração de tudo.

SAN MATTEO ESPRESSO BAR

Se há uma coisa (na verdade, existem muitas!) que eu amo fazer é certamente tomar um café.

Ciro Casella é o nome do visionário por trás deste projeto, ele é de Salerno e já possui três lojas diferentes em Manhattan. Eu sou cliente assíduo do Pizza Espresso Bar Guest na 90th com 2nd Avenue, onde sua filha Marica, é a gerente.

Bem, o café aqui é arte! A mistura produzida com orgulho pelo Ciro vem cheia de força e aroma.

Feche os olhos: você está em casa.

Para os caçadores de emoções, e especialmente para pessoas que não estão de dieta, aqui está sua majestade, com base de noz, um creme misterioso e coberto com chantilly e chocolate em pó feito à mão.

Essa é uma das obras de arte assinada por Ciro.

TARALLUCCI E VINO

Outro lugar rico em estilo italiano está espalhado por cinco locais diferentes.

O meu favorito, fica além da Union Square, próximo ao Upper West Side (esquina da 83 com a Columbus Avenue).

Café e Cappuccino assinados por Lavazza, os croissants e as bombas também são incríveis. O lugar também é muito procurado para almoço e jantar.


O lindo passeio pelo High Line September 01 2016

Por: Mariagrazia De Luca

 deluca.marymary@gmail.com

E pensar que em 1999 estavam para demolir o resto da antiga linha ferroviária que em 2009, tornou-se, graças às constantes batalhas da associação Friends of the High Line, se tornou um dos mais belos e dinâmicos parques de Nova York.

Os restos ferroviários faziam parte do West Side Elevated Highway, que foi construído no início dos anos de 1900 para substituir a estrada de ferro que antigamente corria no nível da rua. Por causa da grande quantidade de acidentes que estvam acontecendo entre o tráfego local e o ferroviário, a 10th Avenue foi apelidada de "Death Avenue". Esse certamente não é o maior parque da cidade, não tem grandes lagos ou uma área com muita grama verde, onde você pode fazer um piquenique, como Central Park. Você também não pode andar de bicicleta no High Line bem porque é proibido o uso de bicicletas nesse parque.

O High Line é um lugar mágico por outras razões: Ele foi construído sobre os trilhos da antiga ferrovia, e o parque também oferece uma vista espetacular! Com o Rio Hudson de um lado e do outro ... o Empire e todos os outros edifícios históricos e modernos de downtown e Midtown, alguns visto de longe outros de perto durante a sua caminhada de quase dois quilômetros e meio do Meatpacking District até as ruas do Chelsea. Vocês vão passar ao lado do Standard Hotel, vai dar para ver as suítes e os seus hóspedes, alimentando o sonho de um dia ser você hospedado em uma das suítes de luxo desse hotel incrível. Nunca diga nunca, especialmente em Nova York. Caminhando pelo High Line podemos sentir o coração de Nova York batendo.

Informações sobre o High Line Park

Como chegar ao High Line

O High Line se estende ao longo de treze ruas, desde a Gansevoort Street (na metade do Meatpacking District) até a West 34th Street (entre 10th e a 12th Avenue).

Horário de abertura:

Embora durante os meses de inverno, o parque feche antes do pôr do sol, durante o verão, o parque fica aberto das 07:00 até as 23:00 horas.

Como se entra no parque?

Por elevadores: 14th, 16th, 23rd, 30th, 34th e na Gansevoort Street.

Por escadas: 18th, 20th, 26th, 28th, 30th street e 11th Avenue. 

Razões que fazem valer a pena visitar o parque

Há muitas razões para ir visitar o High Line, especialmente durante o verão, quando o parque fecha mais tarde do que o habitual, e as flores ganham mais cores e ficam mais brilhantes cercadas dos restos da antiga ferrovia que ainda são visíveis de algumas partes do parque... Enquanto vários artistas buscam nos entreter com suas apresentações originais, ao nosso nos vemos rodeados por instalações, muitas vezes excêntricas, que provocam o pensamento crítico e tornam o parque um lugar único onde a arte, a poesia e a paisagem industrial, histórica e natural se reúnem de forma surpreendente, talvez isso represente a harmonia de Nova Yorker.

As obras de arte

 

Ao caminhar pelo High Line, você vai encontrar obras de arte que vão deixá-lo com a boca aberta. Pelo menos isso aconteceu comigo quando eu conheci o Sleepwalker. Um homem de cueca andando com os olhos fechados e os braços para a frente como um verdadeiro sonambulo. "Eu não posso acreditar em meus olhos!" E só quando eu estava perto o suficiente, eu descobri que não era um homem de carne e osso, mas uma obra de arte "hiper-realista" feita pelo artista americano Tony Martelli. "Este é um parque único, o High Line é único no mundo!" O artista Giorgio Andreotta Calò, também exibe suas obras de arte no parque elevado. Há uma obra de arte muito original, o Wanderlust: São barras de latão finas inseridas entre as placas de linha de alta pavimento com nomes de personagens que viajaram por toda a América a pé. O trabalho foi inspirando por Peace Pilgrim, um ativista político que durante o século passado atravessou o país... 20 vezes!

Hoje cada artista que apresenta seus trabalhos na High Line refere-se ao projeto chamado "Wanderlust", que tem como tema central: O caminhar, a viagem, e a peregrinação.

Ver as estrelas do High Line

É gratuito e acontece toda terça-feira (até outubro) a partir do anoitecer até o fechamento do parque. O parque coloca a disposição dos visitantes telescópios profissionais, de onde você será capaz de apreciar as estrelas na companhia da Amateur Astrogy Association of NY. Em Nova York também é possível ver as estrelas de perto. O que vocês acham?

Dançar no High Line

Salsa, merengue e bomba são apenas alguns dos ritmos que é possível dançar dia 03 de agosto no High Line parque, na companhia de Aurora Flores e Zan del Barrio, dançarinos profissionais de Nova York. Algumas das bandas mais "hot" da cidade participam deste evento de dança, chamado de “¡Arriba!”.

Esportes

Se vocês gostam de esportes delicados (meditação) ou mais combatíveis (Tai Chi), você pode ter a experiência de algumas aulas gratuitas no High Line, toda terça-feira de manhã: Meditação, de 8 as 9. Tai Chi ( primeiro nível) 9:30 as 10:30.

Os evento do verão: O High Line se ilumina!

Já marquei na minha agenda eu não quero perder este evento incrível no High Line. Você também não deve perder, visite o site do High Line e faça o seu registro (Up Late, June 21st), é de graça, mas o número de bilhetes é limitado. http://www.thehighline.org/activities/up-late

E acima de tudo, lembre-se de chegar cedo. Como em muitos eventos gratuitos, nesse se aplica a regra do "primeiro a chegar, primeiro a ser servido", em outras palavras, há um risco de que o parque fique lotado rapidamente e você pode acabar ficando de fora. Então: Quinta-feira, 12 de julho de 22:00 à meia-noite o High Line será preenchido com apresentações nova-iorquinas de artistas excepcionais, alguns de renome internacional.

Blood Illumination é um dos mais interessantes e controversos. Na verdade, o artista Nova-iorquino Jordan Eagles usa o sangue como fonte primária de sua arte, geralmente ele usa sangue de animais, mas também faz uso do humano (como para Blood Mirror). As obras de Eagles são como uma provocação, como em 2014, o artista organizou um protesto contra a proibição de doação de sangue por homossexuais. Ele construiu obras de arte com o sangue de 9 homens, entre eles gays e transgêneros famosos. A obras de sangue contendo elementos orgânicos foi possível graças a um tratamento feito com resina que fazem as obras serem impressionantes, especialmente quando iluminadas na transparência por feixes de luz. As obras de Eagles tem a capacidade de interferir em nos mesmos, de forma profunda, íntima, visceral, difícil de colocar em palavras, mas que causam arrepios. Elas nos lembram de que somos feitos, a materialidade do sangue que nos mantém vivos: corpóreo, tangível, mas também como um elemento misterioso.

Durante o mês de agosto outros artistas vão invadir o High Line, como o corpo de dança Blanche Performance do Brooklyn. Os dançarinos quebram todas as barreiras entre o público e a arte, com um show interativo e surpreendente. Shadoah Goldman, o fundador da Carte Blanche, além de bailarino é um mestre de Shiatsu e um grande hipnotizador. O que mais podemos esperar desse espetáculo incrível?

O artista Merche Blasco também merece uma atenção especial, ele é um artista interdisciplinar que cria música eletrônica com instrumentos extremamente originais. Temos também a exibição do documentário Jackie 60: o filme, mostra todos os segredos das noites transgressivas da boate de Nova York Meatpacking 90.

Próximo ao High Line

Chelsea Market, Hudson River Park, Highline Ballroom (clube de música ao vivo), Chelsea Piers (um dos maiores complexos desportivos de Nova York), Whitney Museum of America, The Standard Biergarten (bar que pertence ao Standard Hotel, onde se pode provar um numero incrível de cervejas alemãs). 

 


Aventuras Culinárias em Nova York (segunda parte) July 09 2016

Por: Mariagrazia De Luca

deluca.marymary@gmail.com

Você pode conferir a primeira parte aqui 

Sua Urban Explorer está pronta para começar uma nova aventura sobre duas rodas, para encontrar experiências culinárias únicas aqui na Big Apple: Restaurantes e pratos excêntricos que não são encontrados em outros lugares. Vocês que são leitores do Minha Viagem a Nova York, não deixem de entrar em contato com a gente, para dar sugestões de novos tópicos e aventuras em Nova York.

 

Ninja Restaurant

Onde: 80 Hudson St.

Entrar no Ninja Restaurant é como de repente, estar dentro de uma vila japonesa. Cada mesa está inserida em uma espécie de nicho, parecido com o interior de uma casa japonesa com portas de correr separando os ambientes. Uma vez dentro do restaurante, parece que você nem está mais na cidade de Nova York. Os garçons são todos guerreiros ninja! Eu visitei o restaurante com ele já quase fechando, não havia muitos clientes mais, e quase todos os ninjas ficaram por minha conta. Um deles puxou uma faca e com um grito de guerra a colocou no meu braço, apesar do susto e dos movimentos do ninja-garçom... A faca era claramente falsa e todos gargalharam no restaurante.

A comida do Ninja Restaurant não tem nada de especial, quando comparado com outros restaurantes japoneses de Nova York. O que o torna único são seus garçons-ninjas.

No preparo de sua comida, eles fazem movimentos de guerreiros japoneses que só havia visto em filmes ninjas. Eles usam Katane, Shuriken (estrelas com pontas afiadas que os ninjas usam para atacar seus inimigos), e vários punhais.

Os preços não são altos e os nomes dos pratos são evocativos. O Box Mystery (10 dólares), feito com edamame, o antepasto mais famoso da culinária japonesa, é perfeito como entrada. Se você estiver em dois, uma boa opção de prato principal (main course) é o Katana (50 dólares), bistec com molho teriyaki, arroz frito caranguejo de rei do Alaska, servido com suco de tomate e manga, coberto com molho branco e queijo derretido. Para a sobremesa, prove o mousse de chocolate em forma estrela ninja o Ninja Star.

 

Dirt Candy

Onde: 86 Allen Street, entre Grand e Broom Street.

O Dirt Candy não é apenas um restaurante vegetariano, ele foi pioneiro em uma revolução real na área da restauração dos restaurantes de Nova York. Foi o primeiro restaurante em Nova York, a eliminar a gorjeta obrigatória. No seu menu há uma nota na qual com orgulho o restaurante diz que todos os lucros são repartidos entre os funcionários dos mesmo. Portanto, aqui não precisamos perder tempo fazendo as contas para a ‘tips’, no momento em que for pagar a conta. Os preços não são baixos, mas não também não tem subido justamente por esse motivo.

A chef do Dirt Candy é uma mulher de vinte e poucos anos, que já coleciona prêmios de culinária (como os da Gourmet Magazine e da Village Voice), a Michelin cita esse restaurante há cinco anos consecutivos em seu guia. O CookBook, publicado pelo Dirt Candy, acaba de lançar sua sexta edição.

O Korean Fried Broccoli, certamente esta entre as entradas mais populares do restaurante, a garçonete que me atendeu descreveu para mim vários dos principais pratos do Candy Dirt. O Hot Broccoli (13 dólares) é um verdadeiro cachorro-quente, feito de forma muito autêntica, substituindo o wurstel por brócolos defumado e grelhado. O Hamburguer Carrot (13 dólares) tem com base cenouras, e não deixa nada a desejar a qualquer cheeseburger clássico. Entre as sobremesas 100% vegetarianas, você poderá escolher: Celery Cheesecake roll, Carrot Meringue Pie, Onion Chocolate Tart, Corn Cake, Vegetable Ice Cream Salad (Os preços variam de 10 a 13 dólares).

 

Casa Mezcal

Onde: 86 Orchard Street

Templo Nova-iorquino do Mezcal. Ela ocupa um prédio inteiro na Lower East Side, Numero 86 Orchard Street. Gabriela foi a nossa anfitriã, e nos levou para dar um passeio pelo restaurante, mostrando toda a sua tradicional decoração de garrafas e objetos mexicanos. "Casa Mezcal nasceu com a ideia de trazer para Nova York a autêntica cultura de Oaxaca no sul do México." Vocês tem que provar, sem dúvida, o Chapulqueso, tortillas feitas com uma mistura de grilos, tomate e queijo, acompanhado de salada. Aconselho também o The Black Ant (no nosso artigo anterior sobre experiências culinárias em Nova York falamos sobre esse prato), No Mezcal vocês vai encontrar uma variedade grande de pratos mexicanos que levam insetos.

Casa Mezcal é também o lugar ideal para você provar o “mole”, um molho especial feito com mais de 32 ingredientes, sua receita é familiar e mantida em segredo por gerações. O Oaxaca Mole Chicken (23 dólares) é servido sobre arroz, feijão e tortilhas, essa será a oportunidade perfeita para você experimentar a autêntica mole mexicana que não é facilmente encontrada.

 

Frying Pan

Onde: Pier 66, Hudson River, West 26th street.

Acredito que o Frying Pan seja um lugar mágico, ideal para você ir em ocasiões especiais. Talvez pelo fato do Frying Pan ser um velho barco que foi resgatado do fundo do rio depois de ter afundado a cerca de 4 anos atrás... Ou pelo fato de estar em um barco restaurante no rio Hudson, ouvindo o som da água e das gaivotas com a certeza que realmente estamos Nova York. Você vai estar de frente para Manhattan, sendo observado pelo Empire e a baixo da Freedom Tower. Estamos em Nova York, mas ao mesmo tempo em um lugar fora dela. Enquanto come uma porção de lulas fritas e toma uma Corona bem gelada, você tem a sensação de que o Frying Pan está pronto para zarpar ... Os preços não são caros como se pode estar pensando. Uma Corona custa 7 dólares e um prato de lula não mais de 20 dólares.

 

Ellen’s Stardust Diner

Onde: 1650 Broadway

Vamos falar a verdade, o menu do Ellen’s Stardust Diner não tem nada de especial. Como muitos outros restaurantes-lanchonetes  de Nova York oferece uma grande variedade de sanduíches: Como o Grilled American Cheese, e também o Hot Diggity (2 cachorros-quentes com chucrute e batatas fritas).

O que o torna único no mundo, e por isso vale a pena uma visita, é o fato de que os garçons do Ellen’s Stardust Diner não são garçons normais. Certamente, elas lhe servem a comida, sorriem e são educados como em todo restaurante, mas a sua grande qualidade é que os garçons são cantores profissionais da Broadway! Certamente vocês vão pedir um prato atrás do outro só para continuar desfrutando de suas apresentações. Como desculpa você pode provar os vários tipos de sorvete oferecidos no Ellen’s Stardust Diner: Cookies and Cream Shake (Sorvete com pedaços de Oreo), ou os Brownies com sorvete de baunilha. Distraídos com a apresentação dos “garçons” (e não apenas os garçons, cozinheiros e todos os demais funcionários da cozinha também são cantores), vocês nem vão lembrar das calorias de seu hambúrguer.


Aventuras Culinárias em Nova York (Primeira Parte) July 06 2016

Por: Mariagrazia De Luca

deluca.marymary@gmail.com

A descoberta de novas experiências gastronómicas, estranhas, originais e únicas aqui na Big Apple. Esse será o meu objetivo, neste dia ensolarado de julho. Meu transporte será uma bicicleta, o que vai me permite transitar através das ruas de Manhattan, usando as várias ciclovias que os amantes de bicicleta dispõem nessa cidade. Tenho em minhas mãos uma lista de restaurantes que vou visitar e por experiência própria ela não vai ser encontrada em outro lugar, são restaurantes excêntricos, que têm características únicas e que podem ser encontrados somente aqui na cidade de Nova York. A lista é longa, e este artigo é apenas o primeiro episódio...

Queridos leitores do Minha Viagem a Nova York, por que não discutir e propor outros locais que podem ser protagonistas das minhas próximas viagens de exploração culinária?

 

Takumi Taco

Onde: Chelsea Market, 79 9th street.

Outras sedes: 601 west 26th street; 230 Park Avenue; flea markets (Smorgasburg and Brooklyn Flea).

Takumi Taco é um restaurante japonês-mexicano. É incrível pensar como duas culturas tão distantes podem ser combinadas de uma maneira tão boa para o seu paladar! É uma 'mistura' típica de culturas nova-iorquinas com resultados surpreendentes. Para começar eu provei o Sakè Sangría, feito com frutas picadas em pedaços pequenos e imersos em licor japonês em vez de vinho. Fresco, refrescante, doce sem ser enjoativo. A bebida perfeita para estes dias quentes do final de junho. Tome cuidado, sem perceber você pode acabar cantando sozinho no restaurante, é difícil perceber, mas o teor alcoólico é muito alto! Na escolha de cervejas japonesas e mexicanas, não pode faltar a Negra Modelo e a Sapporo. Kampà! Salud! Cheers!

O Takumi Taco nasceu como um street-food, com quiosques de rua nos mercados de pulgas Smorgasburg e Brooklyn Flea. Essa sede fixa do Takumi Taco dá a ideia de um restaurante on-the-go, onde se compra mais pra viagem do que para comer no local. Quando recebi a sangría em uma jara de plástico perguntei "Posso tomar na rua?" pensando sobre a lei que proíbe o consumo de bebidas alcoólicas fora dos restaurantes, o empregado do local fez... "Shhhhh...", e sorriu para mim, mostrando que seria meu cúmplice nessa.

O símbolo da “culinary fusion” aqui é certamente o Spicy Tuna Tacos (5,75 dólares), foi aqui que México e Japão parecem ter encontrado o casamento perfeito: Sashimi de atum com brócolis, abacate, pepino, sementes de gergelim, rabanete, maionese picante, acompanhado por "gyoza" crisp.

 

Bar Suzette

Onde: Chelsea Market, 425 west 15th street

Esta pequena creperia, que se parece com um quiosque composto por um longo bar cercado por inúmeros frascos de Nutella, está localizado a direita do Takumi Taco, o descobrimos por acaso, e eu tive que colocar em discussão todo o meu conhecimento sobre crepes. Ok, crepe com nutella, chocolate e banana, manteiga e açúcar, e também com presunto e queijo. Mas os crepes do Bar Suzette vão além da imaginação de vocês... No menu há uma grande variedade de “Savory Crepes”, em comparação com os “Sweet Crepes”.

O cozinheiro da creperia se move de forma incrível, preparando os crepes com muito cuidado pratos muito quentes como um DJ mesclando a sua música. O crepe Huevo Ranchero (US $ 12) é um prato verdadeiramente autentico: Mozarela, ovos orgânicos, abacate, feijão preto e molho picante. Eu não provei o Saigon Chicken (US $ 12), mas me pareceu excelente, um crepe com frango defumado do valle Hudson, molho Hoisin, molho de pimenta, ervas frescas, salada com legumes frescos e limão.

 

MAX BRENNER

Onde: 341 Broadway

No famoso restaurante e bar de chocolate Max Brenner eu tive a experiência de comer a pizza mais achocolatada da minha vida. Para mim pareceu um waffles cobertos com frutas e sorvete de baunilha ou um chocolate quente feito com chocolate que é produzido no próprio restaurante... A pizza de chocolate do Max Brenner é unanimidade quando se fala de chocolate na cidade de Nova York. Basta imaginar uma pizza redonda, aproximadamente do tamanho que estamos acostumados, mas um pouco mais alta coberta com raspas de chocolate branco e leite. Esta é a base, em seguida, você deve personalizar, entre as várias opções (topping): Avelã, manteiga de amendoim e marshmallows torado... Um pedaço de pizza custa (6,50 dólares) e pode ser o suficiente para acalmar até um dependente de chocolate. Se você for com um grupo de amigos, certamente é mais conveniente comprar toda a pizza (17,95 dólares).

E para beber? Nem pense duas vezes, o Chocolate Martini, que faz parte dos cocktails “Choco Classic” do Max Brenner, é o acompanhamento perfeito para a pizza de chocolate.

 

S’MAC, Sarita’s Macaroni & Cheese

Onde: 245 East 12 Street

Antes de entrar no restaurante S'MAC, eu não achei que poderia haver uma variedade tão grande de Mac&Cheese. No menu S'MAC, que é um pequeno restaurante com design espartano que foi inaugurado a uma década de anos por um jovem casal, Sarita e Caesa Ekya. Existem mais de 10 tipos de Mac&Cheese, ao lado do clássico “All-American” preparado com queijo Cheddar. Minha atenção ficou voltada para o Napoletana Mac&Chesse, explicitamente inspirado na pizza napolitana, que tem como ingredientes: mozzarella fresca, tomates assados, alho e manjericão. No site há um vídeo explicando como preparar o Napoletana Mac&Cheese em casa.

Perguntei ao funcionário qual foi a mais original, tendo em vista que cada uma dessas variantes do Mac&Cheese foi uma novidade para mim. "Certamente o cubano" e me mostra uma folha exposta no balcão com todos os ingredientes desta invenção de S'MAC. "Nós transformamos o sanduíche cubano em um Mac!" O funcionário me disse com orgulho. "Os ingredientes? queijo suíço, porco marinado em casa, presunto cozido, picles, hortelã fresca e... uma explosão de sabor!"

Se você estiver na cidade com seu pai no Dia dos Pais (Father’s Day) (19 de Junho), leve-o para o S'MAC: Para ele, o Mac&Cheese será grátis.

 

THE BLACK ANT

Onde: 60 2nd Avenue

Sento-me no restaurante The Black Ant, um dos mais renomados restaurantes de cozinha mexicana de Nova York. Gregory, um jovem mexicano-americano, barman do lugar, me conta como é feito o sal de formigas pretas black ant salt, enquanto se move habilmente entre os  shaker, e garrafas de tequila preparando cocktails elegantes e provocativos . "Prove" ele me diz me entregando uma pequena tigela "Sal de formigas prestas, obviamente é feito com sal, mas também com o açúcar de cana, açúcar regular, chili e formigas pretas tostadas!" Eu observo o sal com um pouco de receio, estico a mão e levo até a boca... Depois de alguns segundos exclamo: "Uau, que sabor!" E imediatamente pedi uma Margarita com sal de formiga preta.

Eu explico para Gregory que eu não estou com muita fome, mas queria provar algo típico. Quando eu confesso que nunca tinha comido insetos, ele sorri para mim, incrédulo. Fiquei em dúvida entre dois pratos do Black Ant, a Guacamole (abacate, tomate, coentro e sal de formiga preta) e o Croquete de Chapulín (US $ 13), preparado com grilos, mandioca, queijo manchego, alho e pimentão, optei pela segunda opção.

Qual é a diferença entre comer porco e grilos tostados? Uma amiga me disse, ironicamente, um dia em estávamos falando de comida mexicana, "Para se saciar com grilos você deve comer uma quantidade incrível, no entanto, com o porco, só é preciso comer um." Não há como negar que isso é uma questão de hábitos culturais, a ideia de comer grilos fritos eu confesso que me aterrorizava!

A apresentação do prato estava impecável. Quatro croquetes de grilo em forma esférica perfeita, repousando sobre a guacamole e um bom grilo tostado descansando sobre uma camada de maionese. Mario, um amigo mexicano que me levou até o The Black Ant, pediu um prato de gafanhotos fritos temperados com sal, limão e pimenta seca. "Isso me faz lembrar o meu país."

Tenho que contar aos leitores do Minha Viagem a Nova York sobre essa experiência em Nova York. Passei meu Chapulin (croquete de grilo) na maionese... Um dois e três... Comi tudo em uma mordida só! Eu acho que não mastiguei muito, mas eu senti como se tivesse comendo pipoca, com um sabor intenso e agradável que foi único no meu paladar.

Hoje, neste restaurante mexicano aqui de Nova York, posso afirmar que dei um passo à frente para quebrar minhas barreiras culinárias...